Incio

Sobre Nós

Tundavala On

Comunicação eficiente!

PUB

  • Lago
  • Lago
  • Lago
  • Lago
  • Lago

Academia


Estágio garantido na Ordem dos Advogados
para estudantes do curso de Direito do ISPI

Instituto Superiores Politécnico Independente mantém aposta na qualidade de ensino


Terça-feira,
7 de Março de 2017



A abertura do Ano Académico 2017 no Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI) foi marcado com assinatura de protocolo de cooperação entre o ISPI e o conselho interprovincial da Ordem dos Advogados de Angola (OAA).


O acordo de parceria, assinado pelo director-geral do ISPI, Francisco Bayua Chocolate e pelo presidente do conselho interprovincial da OAA, Teotônio Londa, cria oportunidade de estágio para os estudantes do curso de Direito formados no ISPI.



O protocolo prevê também a promoção de palestras, seminários, conferências, curso de práticas forenses, fóruns e intercâmbios entre advogados, docentes e discentes incluindo operadores da justiças da VI Região Acadêmica e não só.



Em termo prático, o estágio dos estudantes começou no ano passado. As duas instituições decidiram este ano formalizar em protocolo a ideia, numa cerimónia marcada pela presença de magistrados do ministério público, do tribunal provincial, deputados, governantes e académicos.



O presidente do conselho interprovincial da Ordem dos Advogados de Angola, Teotônio Londa, explicou que o protocolo consta da estratégia de aproximação da agremiação aos cidadãos, comunidade científica e aos órgãos da administração da justiça na província da Huíla.



Afirmou que o acordo é um passo para o futuro e uma contribuição para a busca constante da excelência dos quadros formados e a qualidade dos serviços de advocacia na região.



Teotônio Londa disse que o Direito é uma ciência que a advocacia como parte fundamentalmente, além de ser uma arte que deve de aprimoramento, porque os juristas são produtos das instituições do ensino superior.



“Pretendemos como classe profissional estar cada vez mais próximos dos estudantes e toda a sociedade civil pois o advogado é servidor da sociedade e muitas vezes acaba por ser a voz do cidadão”, caracterizou.



O director-geral do ISPI, Francisco Bafua Chocolate, disse que o acordo surge numa altura ideal porque proporciona oportunidade para os estudantes da instituição beneficiar de aulas práticas com advogados credenciados no mercado.



“Queremos que os jovens formados no curso de Direito sejam os melhores juristas da região académica. Temos muitos docentes que almejam ser procuradores, juízes e trabalhadores dos órgãos de administração de justiça em todo território da província”, desafiou.



O ISPI perspectiva lançar no final deste ano acadêmico mais de 400 licenciados com particular destaque para o curso de Ciências da Educação coloca no mercado os primeiros graduados no mercado de trabalho.



O Instituto Superior Politénico Independente (ISPI) conta este ano com um universo de 4219 estudantes, 998 dos quais matriculados este ano nos cursos de ciências da comunicação, ciências da educação, formação de professores, director engenharia informática, finanças e contabilidade gestão e marketing, informática e gestão de empresas e sociologia e direitos.



O vice-governador da Huíla para o sector econômico, Sérgio da Cunha Velho, destacou a abertura do Ano Académico o empenho do ISPI na formação de quadros de excelência capazes de encontrar soluções para os principais problemas sociais.



Compartilhar:

Fique atualizado. Colabore. Envie o seu conteúdo

Tundavala-AudioVisuais © 2017