Incio

Sobre Nós

Tundavala On

Comunicação eficiente!

PUB

  • Lago
  • Lago
  • Lago
  • Lago
  • Lago

EMPREENDEDORISMO

""

Jovens líderes africanos são formados em Maputo


Terça-feira, 20 de Março de 2018



Jovens engajados em diversos ramos de actividades económica, social e política de Angola e Moçambique, estão, desde o dia 19 de Abril, na cidade de Maputo, a ser formados pela Inciativa para Jovens Líderes Africanos (YALI).

A formação, inserida no Programa do Governo dos Estados Unidos, é dirigida nesta 5a edição a 50 jovens que frequentam os cursos de “Criação de negócios e empreendedorismo”, “Administração pública e governação” e Liderança cívica.

O jornalista e empreendedor Domingos Mucuta, representa a província da Huíla, no curso de Criação de negócios e empreendedorismo, junto com outros 19 jovens angolanos selecionado para esta edição.

O curso, que decorre até 13 de Abril próximo no Centro Satélite do Campus da Universidade Eduardo Mondlane, tem como objectivo dotar os participantes de ferramentas de resolução de problemas complexos e multidisciplinar, incentivar o pensamento empreendedor e criar pensadores africanos críticos.

A 5a edição tem também como objectivo a utilização das novas ferramentas de tratamento de informações, conhecimentos e de oportunidade, encorajar a comunicação e a colaboração multicultural e sensibilizar os jovens sobre os problemas africanos contemporâneos.

Os facilitadores da formação dos cursos são renomados professores universitários e especialistas nos assuntos. O programa investe na preparação da próxima geração de líderes africanos para assumir os processos de transformação multisectorial.

A conselheira da embaixada de Angola em Moçambique, Maria Pereira, considerou na abertura que a formação contínua é uma exigência do avanço da ciência e tecnologia e um imperativo de competividade circunscrita no mercado e nos serviços públicos.

Maria Pereira referiu que o curso é a semente de muitos outros como instrumento de uma educação contínua dos agentes políticos, administrativos, seja no empreendedorismo, gestão pública, governação como liderança cívica.

O director do programa em Maputo, Sipuka Olwete, disse que a formação permite a troca de experiência entre os participantes, estimula a aprendizagem e proactividade dos jovens para corresponder com os desafios do presente e contribui para o desenvolvimento de África.

O oficial chefe da Agência dos Estados Unidos de América para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Martin Mclaughlin, afirmou que a juventude de Moçambique e de Angola, em particular, e de África Austral, em geral, tem um grande potencial para promover mudanças.

“O programa de centros regionais de liderança da exemplifica a visão dos Estados Unidos de América para apoiar a próxima geração de líderes de modo a desenvolver habilidades, contribuir para aumentar a reponsabilidade, fundando e fazendo crescer empreendimentos de negócios e servir as comunidades e a região austral”, explicou.

O Centro Regional de Liderança em Maputo, lançado em Outubro de 2016, já formou mais de 250 jovens líderes nas áreas de “Criação de negócios e empreendedorismo”, “Administração pública e governação” e “Liderança cívica”, consideradas pelos promotores fulcrais para o desenvolvimento.


Compartilhar:

Fique atualizado. Colabore. Envie o seu conteúdo

Tundavala-AudioVisuais © 2018