Incio

Sobre Nós

Serviços |

Catalógo |

Tundavala On

Comunicação eficiente!


INSOLITOS

""

O pão que 'mata' enteados em Luanda


Quinta-feira, 27 de abril de 2017
Por: Mucuta Mukhuta



A história do pão é antiga e tem referências bíblicas. Todos sabem que Jesus Cristo alimentou a multidão ao multiplicar o pão, no mais conhecido milagre alimentar da humanidade (Mateus 14:13-21).

Os especialistas em panificação conhecem muitos tipos de pães. Mas este que descrevemos nestas linhas talvez não seja do conhecimento de muitos padeiros do país, de África e do Mundo. É uma produção e engenhosidade exclusiva de Luanda.

Ninguém sabe como e quem atribuiu este nome ao pão 'venenoso' que passou a figurar no cardápio alimentar das famílias luandenses. A verdade é que relatos de zungueiras mostram várias versões sobre este tipo de pão e a intensidade do 'veneno' para os enteados.

Com um formato robusto, reentrância tal 'vala castrense' na parte superior e retilíneo na inferior, o alimento em referência apresenta características conhecidas por muitos como 'pão cassete'. Talvez por analogia da palavra cassete ao chicote (quem nunca apanhou uma cassetadas?) este pão ganhou o poder de 'matar enteados' em Luanda.

'Táqui mata enteado a passááá', anuncia a zungueira Maria Madalena, na casa dos 50 cacimbos, que reforça a mensagem musicalizada. 'Taqui mata enteadoéééééé', algures num bairro da capital angolana.

A publicidade da zungueira é eficaz e desperta o desejo dos moradores que aderem ao 'pão envenenado'. A maioria solicita e compra este tipo de pão, mas poucos são padrastos. Maria Madalena é especialista na venda desta pão.

Este facto chamou atenção do repórter para perceber porque razão o alimento milenar e um dos mais requisitados na capital pode 'matar' enteados em Luanda? Porque a senhora Madalena prefere vender este 'veneno'? Como alguém que não é padrasto pode comprar alimento 'envenenado' para a família? O que leva as pessoas a comprarem e consumirem o veneno do pão e dar um rumo ás suas vidas?

Estas e outras questões serão respondidas em detalhe nos próximos dias na matéria completa a seguir aqui na sua revista virtual. O repórter da Tundavala On esta no terreno. Fique ligado.


Compartilhar:


Um olhar para o teatro feito na Huila

A febre de doenças conjunturais

Worten abre loja de tecnologia no Lubango

Literatura sobre a guerra em Angola

Estágio garantido na Ordem dos Advogados para estudantes do curso de Direito do ISPI

Panelas de pressão produzem alcatrão

COLUNISTAS

Edson Kassanga

Amante de literatura. Tem como hobby a escrita de poesia e contos. Estudante frequenta o curso de Relações Internacionais no Instituto Superior de Relações Internacionais Ministro Venâncio de Moura/MIREX-Luanda.

Mucuta Mukhuta

Técnico de comunicação. Gosta de escrever reportagens, crónicas, poesias. Filmmaker e Fotógrafo de eventos sociais. Empreendedor e Estudante de economia (Marketing).

Fique atualizado. Colabore. Envie o seu conteúdo

Tundavala-AudioVisuais © 2018